apartamento em higienópolis, depois e antes

Um apartamento, em Higienópolis (bairro de São Paulo), foi capa da revista Casa Claudia, agora de novembro. Segue a matéria feita dele pronto, as plantas do depois e do antes indicando as modificações da estrutura e fotos do durante da obra.

*

PORTAS ABERTAS PARA O NOVO

Recém-divorciado e com três filhos pequenos, o dono deste apartamento encomendou ao designer Marcelo Rosenbaum uma reforma que priorizasse seus hábitos, sem deixar de lado o espaço das crianças

No hall de entrada, traços das preferências do morador: ele escolheu o grafite de pássaros, feito pelo artista pernambucano Derlon Almeida. A mesa redonda determina a área da sala de jogos e do bar: bebidas e uma adega no móvel com degradê cinza (desenho de Marcelo Rosenbaum, que também é o autor do projeto, e execução da Arthem Marcenaria). Sobre a peça, cabeças de cerâmica da Galeria Pontes. Cadeiras da Artesian. Sofás da Decameron, almofadas de Esther Giobbi. Projeto de Marcelo Rosenbaum.
 

Verde ilumina tons sóbrios

“Decorar começa por um estudo de comportamento”, diz o designer Marcelo Rosenbaum, contratado para reformular os ambientes. “Neste caso, me peguei pensando: quem é esse novo solteiro? O que ele quer? Liberdade e coisas com o seu jeito.” Inspirado pelo momento que vivia o cliente, o designer buscou em seu repertório o que poderia combinar com o morador – um apreciador de vinhos, charutos e jogos de cartas, que desejava assistir a filmes em equipamentos de última geração e receber os filhos com conforto. “Tudo isso inserido em um estilo sofisticado e jovem ao mesmo tempo”, conta Rosenbaum. A tradução desse conceito são móveis de tons sóbrios combinados a peças coloridas e ao artesanato brasileiro.

A estante é réplica de uma peça que estava em um posto de gasolina de uma comunidade ribeirinha em Manaus. “Fiquei encantado por este design, que vem do improviso popular e soluciona o dia a dia”, conta o designer Marcelo Rosenbaum. Em relação à original, amarela, ela só mudou de cor, ganhando uma pintura cinza (Arthem Marcenaria). Na mesa de centro, castiçais da Loja Teo.

Toques de verde surgem em todo o apartamento. No estar, o tapete e a poltrona (ambos da Micasa) se destacam em meio ao cinza do piso de limestone (1 x 1 m, da Itaarte) e do teto de cimento polimérico (NS Brazil). Na sala de jantar, lustre da Dominici e cadeiras de Ricardo Varuzza. Projeto de Marcelo Rosenbaum.

 

Madeira aquece a ala íntima

O corredor de acesso aos quartos permite vislumbrar a srpresa que é o piso de madeira de demolição, empregado em toda a área íntima do apartamento. “Além de bonito, o material torna o espaço acolhedor”, diz Rosenbaum. As tábuas rústicas, apenas lixadas, quebraram a frieza das paredes brancas e do cimento aplicado o teto e ainda determinaram os tons amarronzados adotas na suíte do proprietário. “São cores quentes, que ajudam a criar a sensação de aconchego”, afirma o designer. O ambiente foi privilegiado na reforma, pois cresceu cerca de 12 m2 e se integrou ao banheiro – agora transformado em uma verdadeira sala de banho, com direito a ducha, ofurô e lustre de porcelana.

O grande volume laqueado de branco corresponde à parede da cozinha, que tem bancada suspensa de Corian (Dupont) e armários da Favo. Projeto de Marcelo Rosenbaum.

O corredor de acesso aos quartos permite vislumbrar a surpresa que é o piso de madeira de demolição, empregado em toda a área íntima do apartamento. “Além de bonito, o material torna o espaço acolhedor”, diz o designer Marcelo Rosenbaum. Quando fechada, a porta pivotante branca dá continuidade à parede e isola completamente o corredor da ala íntima. Piso de peroba de demolição da Uirapuru Ecowood.

No banheiro, o ofurô (Mieli Engenharia e Construções) foi um desejo expresso do proprietário. Pastilhas cerâmicas de 10 x 5 cm (Atlas), bancada de mármore marrom imperial (Pedra de Esquina) e lustre da Conceito Firma Casa. As tábuas rústicas no piso, apenas lixadas, quebraram a frieza das paredes brancas e do cimento aplicado ao teto e ainda determinaram os tons amarronzados adotados na suíte do proprietário. “São cores quentes, que ajudam a criar a sensação de aconchego”, afirma o designer Marcelo Rosenbaum.

O ambiente foi privilegiado na reforma, pois cresceu cerca de 12 m2 e se integrou ao banheiro. A cortina é de tecido de tear manual feito de sobras da indústria têxtil (Mercedes Monteiro). Foto da Luciana Brito Galeria e projeto de Marcelo Rosenbaum.

Mesmo não morando com o pai, o menino e as duas meninas têm quartos cuidadosamente projetados. Para personalizar os ambientes, Marcelo Rosenbaum recorreu a cores e referências do universo infantil e as paredes ganharam um tratamento especial: a suíte do irmão menor traz desenhos feitos pelas próprias crianças. O que parece pintura na verdade são adesivos produzidos por uma empresa especializada com base em ilustrações traçadas no computador.

Na suíte do menino caçula, o formato dos nichos, moldados no gesso, lembra pedras. Eles servem para o garoto expor seus brinquedos. O projeto incluiu também camas encostadas na parede. “Assim sobra mais espaço para brincar”, diz Marcelo Rosenbaum. Pufes azuis de junco pintado executados pela GS Móveis ( à venda na Conceito Firma Casa).

A parede do espaço das garotas exibe flores graúdas com um toque psicodélico, criadas pela equipe do designer Marcelo Rosenbaum. Uma cama suspensa com dois colchões atendeu as irmãs e permitiu a inclusão de uma bancada de trabalho. A produção dos adesivos ficou a cargo da Tergoprint. Lustre da Olá.

reportagem Visual Zizi Carderari, texto Lucila Vigneron Villaça, fotos Evelyn Müller, ilustração Carlos Campoy

a sala cresceu, incorporando quase todo um dormitório, os dois quartos da área de serviço e a despensa

essa é a estante do posto de gasolina de beira de estrada, em Manaus, que o Marcelo fotografou e  serviu de referência para desenhar a estante da sala

a suíte do casal ficou com o banheiro aberto dentro do quarto, com ofurô

a suíte do menino também ficou com o banheiro aberto  no quarto e aumentou de tamanho incorporando a sala íntima que existia antes

a menina queria muito a cama suspensa no quarto que cresceu um pouco, incorporando um pedaço do quarto que havia ao lado

6 Respostas para “apartamento em higienópolis, depois e antes

  1. Impressionante como o Rosembaum consegue incorpora a costumes tão brasileiros aos seus projetos.
    Uma inspiração comum em comércios na região norte serviu de inspiração para um móvel completamente moderno.
    Por isso, que amo esse o homen, ops, o trabalho dele é claro.
    Rosembaum passa lá em casa,rsrs.
    Abraços

  2. Lindo!
    Tenho uma caneca muito parecida com as flores do quarto das meninas!
    rs, engraçado!
    quando crescer, quero ser igual a você!
    rs
    bjos
    =)

  3. O Marcelo é o cara,tudo q ele faz fica maravilhoso
    Não perco um programa do caldeirão,so pra ver a reforma das casas
    Bjos

  4. O bacana nessa sua reforma Rosenbaum é que conseguimos comparar como a disposição interna dos espaços evoluiu como o andar dos anos. Hoje não precisamos mais de quartos para empregados e privilegiamos espaços amplos e integrados!
    Além da cozinha que compõem a parte social do projeto!
    Valew

  5. Você realmente é o cara, tudo esta perfeito.
    Beijos.

  6. As coisas que o marcelo faz,são incriveis.fico encantada com tanta imaginaçao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s