Arquivo da categoria: produtos

caruaru no pavilhão das culturas brasileiras

Acontece hoje a abertura da exposição Puras Misturas, que anuncia a criação do Pavilhão das Culturas Brasileiras, futuro novo museu dentro do  Parque Ibirapuera (SP), em um prédio do Niemeyer anos 50.

A mostra, de acordo com a curadora Adélia Borges,  é uma celebração da riqueza e da diversidade da cultura brasileira, apresentando peças e um diálogo entre arte erudita, popular e indígena.

Na entrada do Pavilhão, está montada uma instalação com 65 banquinhos (dos 88 que se revezarão durante a mostra), de variados formatos e materiais, onde os visitantes poderão sentar. São bancos feitos por povos indígenas, comunidades de várias partes do país, artesãos e designers – entre eles Sérgio Rodrigues, Carlos Motta, Michel Arnoult, Nildo Campolongo, Claudia Moreira Sales, Lina Bo Bardi, Marcelo Ferraz e Marcelo Suzuki.

A nossa Banqueta de Tela, da Linha Caruaru (que na imagem aí de cima aparece ao lado da Poltrona de Tela), está nesse módulo e foi doada para fazer parte do acervo do futuro museu. Fica a dica do passeio, de visitar a exposição e sentar-se à vontade.

Anúncios

caruaru no mercosul

Os móveis inspirados na Feira de Caruaru ganharam chão e, do agreste do Pernambuco, chegaram ao Mercosul.  A Linha Caruaru, criada em 2009 para a Micasa e produzida pela Artefama,  foi vencedora do prêmio Salão Design Móvel Sul 2010, na categoria móveis, modalidade Indústria, semana passada  em Bento Gonçalves-RS. E por isso automaticamente está concorrendo para o Prêmio Design Merscosul que acontecerá no final do mês de abril, no Uruguai. Fica a torcida e um obrigado para todo mundo que constroi todo dia o patrimônio cultural do Brasil.

Veja mais sobre a Linha Caruaru: o convite, a exposição, a trilha, o vídeo, o catálogo, as xilogravuras de J.Borges, o falatório, na Micasa.

manuelitos rosenbaum para brascor

Foi lançada em março, a linha de móveis que criamos para a Brascor: um armário, um rack e uma mesa inspirados no estilo Manuelino. Tido como uma variação portuguesa do estilo gótico, o estilo Manuelino desenvolveu-se no reinado de D. Manuel, tem presença marcante na história do mobiliário português e mundial e foi totalmente incorporado na nossa história de Brasil Colonial.

A nossa proposta é de uma interpretação do estilo Manuelino, com a tradução de suas proporções, raciocínio de construção e sofisticação de relevos e encaixes. Isso usando um material contemporâneo e altamente tecnológico, que é o Magic Stone da Brascor, e os recursos  da técnica de termo moldagem das chapas que o material possibilita.

O lançamento da linha Rosenbaum para Brascor Countertops foi durante a Kitchen & Bath Expo, que aconteceu em São Paulo, agora em março.

rack: altura 45cm, profundidade 45cm e largura 1m65cm

armário: altura 1m33cm, profundidade 45cm, largura 82 cm

mesa: altura 34cm, profundidade 1 m, largura 1 m

café da tarde hi-lo

Na onda hi-lo, as toalhas Pau Brasil e Cocada põem a mesa para o cafezinho super high da Mari.

mesa seis é moda na decoração

Na edição da Vogue Brasil de fevereiro, dentro do tema Charme Hi-Lo (de high e low em inglês, alto e baixo em português), que propõe a combinação do barato com o caro como regra fashion da estação, e mostrando que o conceito se aplica tanto na moda como na decoração, a Mesa Seis compõe ambiente da seção Vogue em Casa. Aparece como mesa de centro “low”  para “highs” como o sofá modelo de couro com acabamento em capitonê e cadeiras de couro e carvalho. (charme!)

Mesa Seis é um produto Rosenbaum para a Tok & Stok, com variação de cor e estampa do tampo, sextavada, componível.

*

Vogue Brasil | Fevereiro 2010 | Por Fabrizio Rollo | Fotos Faustolo Machado

coleção jalapa, o catálogo

Esse é o catálogo da Coleção Jalapa, fruto da vivência feita com as artesãs do capim dourado do Jalapão (Tocantins), em julho de 2009,  que o Marcelo participou a convite da artista e designer Heloísa Crocco. Um projeto de design social de relevância e grande beleza, apresentado nesse catálogo e em cada peça da Coleção Jalapa.

O Parque Estadual do Jalapão com suas maravilhas naturais é uma das maiores atrações turísticas do estado. Seu nome se origina de uma planta muito conhecida na região: a erva Jalapa-do-Brasil.

O Jalapão é uma região árida pontilhada de oásis que encanta visitantes de todo mundo.

Aqui, o cerrado, o pantanal e a floresta Amazônica se encontram num espetáculo raro, que pode ser apreciado em poucos lugares do mundo.

A região do Jalapão é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas límpidas e transparentes.

A vegetação do cerrado ralo combina com areia, dunas, serras, vales, veredas e cachoeiras de águas azuis…

É aqui que o cerrado revela o seu lado surpreendente e o fascínio do lugar não deixa dúvidas: o ecossistema Jalapão é um extraordinário patrimônio natural e este trabalho contribui para desenvolvê-lo de modo sustentável.

A diversidade da vegetação é enorme e a fauna abriga espécies raras e ameaçadas de extinção. Visitar o parque é entrar em contato com uma natureza intocada.

Coordenação Geral: Heloisa Crocco/ Design de Produto: Fernando Maculan, Heloisa Crocco, Marcelo Rosenbaum, Thaís Márquez/ Vídeo: Thomas Sellins/ Consultoria em Design: Ada Gabriela, Hemly Barsch, Juliane Gosch/ Identidade Visual e Projeto Editorial-Gráfico: Marcelo Drummond/ Fotografia: Fábio Del Re/ Texto: Aline Brabo, Alessandra Bacelar (SEBRAE Tocantins)

*

O blog acompanhou de perto o Marcelo  no Jalapão:  tem o post sobre o convite da Heloísa, as primeiras impressões sobre o Jalapão, as artesãs, o andamento do trabalho e dia do encerramento da vivência.

*

j. borges, de bezerros para são paulo

Amanhã, sábado dia 30, 11h,  é a abertura da mostra A Arte de J. Borges: do Cordel à Xilogravura, com a presença de J. Borges.

De acordo com os curadores Pieter Tjabbes e Tânia Mills, a proposta da exposição é mostrar, além da obra, o percurso desse artista autodidata, que hoje está entre os nossos grandes artistas populares com reconhecimento internacional; seu percurso de vida e expressão artística, que abrange a literatura de cordel e a xilogravura. A montagem traz um pouco da casa do artista, fotos e gravuras de seus familiares e aprendizes e ainda  um tanto de Bezerros (sua cidade natal, no agreste de Pernambuco).

Além de admiradores de seu trabalho, J.Borges nos deu a honra de criar a logomarca e duas xilogravuras que estampam a Linha Caruaru de móveis, inspirada na Feira de Caruaru, lançada em 2009 com a Micasa.

Ao lado da logo, a foto é da  Poltrona de Pau da Linha Caruaru,  cor Amarelo Sol do Agreste, que também estará na exposição, acomodando os visitantes da sala de vídeo.

+

A Arte de J. Borges: do Cordel à Xilogravura

de 31 de janeiro a 28 de fevereiro de 2010

Caixa Cultural São Paulo

Praça da Sé, 111  são paulo sp

(11) 3321 4400

terça a domingo, das 9 às 21 h

entrada gratuita