dalva e dito inclusive

 0

O projeto do restaurante Dalva e Dito- dos chefs Alex Atala e Alain Poletto, partiu da proposta de resgatar a comida colonial brasileira.

110

Pelo nosso entendimento deste briefing, partimos para a criação de um espaço físico qualificado para abrigar e ampliar este resgate. Concebemos o projeto como um grande palco mesmo, que ofereça recursos e possibilidades estéticas, funcionais e emocionais, para que o colonial brasileiro ganhe expressão no espaço e no tempo atual.

2

A nossa pesquisa começou com uma viagem de estudo a Ouro Preto (MG), diretamente na fonte do patrimônio arquitetônico brasileiro preservado.

31

Olhamos para as casas, para as igrejas, paras as janelas e portas. Para a cor do chão e do céu. Para as medidas e para as proporções. Para o cheiro que se espalha na hora das refeições. Para o andar dos que apenas passam. Todo o entorno nos interessou, além das belas artes, treliças, azulejos e pisos hidráulicos. Olhamos para além de Minas Gerais.

4

Revivemos a imagem do Brasil Colonial. Voltamos com a memória brasileira fresca, na cabeça e no coração.

O conceito do projeto é a inclusão dessa memória, pois acreditamos que não há resgate sem inclusão- da cultura, do objeto e do homem artista e cidadão.

5

O Dalva e Dito foi construído assim. As proporções são generosas. As paredes são de Super Adobe, uma evolução da taipa de pilão; nas cores do barro com tingimentos naturais, construídas por jovens de risco social capacitados pelo Instituto Arapoty (organização voltada para a difusão dos valores sagrados indígenas). As mesas são de restos de piso de madeira de demolição. Grandes tapetes de piso hidráulico recobrem o piso. A escolha dos objetos e obras de arte privilegia a nossa arte popular, mescla valores e faz uma ponte com a sofisticação dos acabamentos dos ambientes. 

6

 As treliças fecham o teto e área externa do terraço: como nos tempos da colônia, abrigando a iluminação interna, servem de grandes lamparinas para quem está dentro ou de passagem pela rua. Sinalizam o lugar de encontro e reencontro das nossas Dalvas e Ditos, do Brasil Colonial com sabores de hoje.

piso: ladrilhos hidráulicos Brasil Imperial

 paredes: Super Adobe Instituto Arapoty http://institutoarapoty.blogspot.com/

 painel de azulejos:  Athos Bulcão www.fundathos.org.br

muxarabis: Marcenaria  Artífice

marcenaria mesas: Uirapuru Ecowood

 antiguidades: Casarão Artes e Antiguidades

 rosário: Joelson Gomes joelsonbiu@gmail.com

adega: Maison des Caves

 sofá: Rosenbaum Design, tecido Mercedes Tissume www.tissume-mercedes.blogspot.com

 mesas espera: Rosenbaum Design

 paredes em madeira: Masisa www.masisa.com

grafite: Derlon Almeida www.derlonalmeida.blogspot.com 

coleção de objetos: acervo Rosenbaum Design 

projeto de iluminação: Cia da Iluminação, Carlos Bertolucci 

construtora: Honda Engenharia

 fotos: Douglas Garcia e Cássio Vasconcellos  

 

 

Anúncios

13 Respostas para “dalva e dito inclusive

  1. Sou encantada por culinária e arquitetura e lendo a materia penso que nada poderia ser mais perfeito do que a cozinha de ATALA construida por ROSENBAUM.Virou um sonho conhecer.
    Qualquer dia vôo de Floripa pra São Paulo e me realizo.
    Um grande abraço e parabens.

  2. Rosenbaum, você é o culpado! O verdadeiro responsável pelo meus novos vícios: design e decoração! Nossa, só vou sossegar quando der uma geral aqui em casa, principalmente, na sala de estar, é que adoro receber amigos em casa.
    Assistir ao programa e agora acessar o site, são uma inspiração! Você merece mais e mais sucesso!!!

  3. Parabéns, extremo bom gosto na decoração e detalhes.
    E parabéns ao Alex Atala por ressaltar a cozinha colonial do nosso lindo Brasil.
    Sucesso são os meus votos.
    Pernelle.

  4. Marcelo e Adriana, Parabéns!
    Vocês sempre surpreendem com seus projetos inovadores.
    É a primeira vez que vejo, no Brasil, o uso de painéis de MDF Melamínico em forros. E, neste projeto, onde paredes e teto se completam, o efeito é mesmo incrível. Mais uma vez parabéns!
    Grande abraço,
    Cassal

  5. Marcelo e Adri,Parabens ficou lindo de morrer como diria……Bj Marilia

  6. Marcelo Rosenbaum,
    É inspirador ver seus projetos.
    Acompanho seu trabalho desde muito cedo e confesso que vendo seus projetos foi o que me fez largar o Direito para seguir a paixão que eu tinha em Arquitetura.
    Parabéns!!
    Ádamo Thiers

  7. Como mineira e amante da arquitetura colonial, só tenho elogios a fazer ao trabalho realizado.

    Adorei os “tapetes” de ladrilho hidráulico. Essa técnica que merece ser resgatada no Brasil, por sua beleza e sua força histórica.

    A iniciativa talvez ajude a mostrar a nós mesmos o que temos, para que aprendamos a valorizar nosso patrimônio arquitetônico. Infelizmente, a especulação imobiliária tem produzido verdadeiros crimes, derrubando nossos casarões centenários em Minas para construir estacionamentos em seu lugar!

    Um grande abraço,
    Ana

  8. Cada vez que vejo um projeto seu, mais me surpreendo com o seu trabalho. Isso faz me orgulhar da minha profissão de arquiteta e design.
    Parabéns, o projeto é maravilhoso. O Brasil tem muito a mostrar.
    Um abraço.
    Claudia

  9. Parabéns pelo seu projeto , estou pensando seriamente em estudar arquitetura.
    Um abraço.

    Juliane

  10. A cada dia que passa sou mais sua fã Rosenbaum!sua imaginação não tem limites,sua criatividade é simplesmente “impar”.Sou universitaria do curso de Design de Interiores em Cascavel- PR,e sinto ter perdido a sua palestra na cidaded de Pato Branco,mas fica o convite para que venha a nossa cidade,com certeza terá um valor inestimável em nosso currículo.
    Abraço,e pense no assunto.
    Fabiana.

  11. Pingback: Dalva e Dito Restaurant - São Paulo, Brazil | Design You Trust

  12. Só mesmo um profissional tão qualificado como voce para reunir em um só projeto tanta beleza, funcionalidade, arte popular e sustentabilidade. Parabéns!!!!!
    Sou estudante do quarto período de Designer de Interiores da Unicuritiba e gostaria de um dia poder assistir à uma palestra sua…. seria maravilhoso!

    Um grande abraço,

    Iony

  13. amei o projeto, simplesmente lindo!
    sou estudante e fiquei muito curiosa quando as separação dos ambientes, vcs não postam as plantas baixas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s